3 Principais tipos de inovação



Quando falamos sobre inovação, quase que de forma automática pensamos em grandes transformações e mudanças, mas existem 3 tipos principais de inovação, pois nem toda inovação é uma mudança enérgica.


Para facilitar o entendimento, após cada explicação utilizaremos o exemplo da evolução da indústria fonográfica de acordo com cada tipo e etapa da inovação.


Os 3 principais tipos de inovação, são:


Radical, que remete uma novidade que sacode o mercado e provoca reações de admiração e espanto, por exemplo, a chegada o disco de vinil, foi uma inovação radical para a indústria fonográfica, uma espécie de plástico que contém um áudio gravado em si, com a capacidade de longa duração deste áudio, que necessita de uma vitrola/toca disco com uma agulha, para que seu som possa ser escutado.


Incremental, que remete a uma atualização, uma releitura inovadora, baseia-se no rearranjo de coisas antigas, podemos exemplificar com o CD, uma atualização mais sofisticada e compacta do nosso disco de vinil, que necessita de um toca CD/rádio com leitor a lazer para ser ouvido, ou seja a forma de se ouvir a música ou ainda permanecia a mesma, porém, de forma atualizada.


Substancial, remete a um upgrade, uma melhoria contínua, que incrementa um produto ou ideia já existente, nessa etapa a evolução da indústria fonográfica se encontra na fase transformação digital, onde os áudios passam a serem ouvidos através de um Mp3/Mp4 ou até mesmo IPod, chegando até os dias de hoje para os serviços de streaming, como o Spotify, Deezer entre outros.


Há diferentes meios de inovar, e cada uma das formas é importante para o avanço de um determinado setor ou uma tecnologia. Quem percebeu isso foi Joseph Schumpeter, economista austríaco que escreveu o livro “Business Cycles” sobre o assunto em 1939. (siteware, 2021)


Os diversos tipos de inovação se diferenciam pelos efeitos que causam no produto ou serviço, no setor de uma sociedade de uma forma geral.


37 views0 comments

Recent Posts

See All